sábado, 20 de junho de 2009

Marília

- Dirceu, ei, experimenta...
- Na veia?
- É, na veia.
- Hum...
- Vem.
- Tá.
- Assim.
- Isso não dá doença?
- Não, acho que não, limpei tudo, você viu, pus fogo também, é assim que se faz.
- Isso lá é verdade.
- Pois então.
- Hum...
- Não precisa ter medo, é só a picada.
- Nunca pensei...
- Ah, a vida nos proporciona inúmeras oportunidades.
- É...
- Olha! Sujou aí.
- Não, não, é só sangue. Normal, não é?
- Acho que sim.
- ...
- Ei, cara...
- ...
- ... você tá ficando roxo...
- ...
- Há, há! Olha o teu lábio, tá parecendo cravo murcho...
- ...
- ... Oh, não vomita que eu tenho nojo...
- ...
- ... Há, há! Tinha ar na seringa... Hum...
Nossa, todos os teus músculos estão tremendo...
- ...
- ... Olha, daqui a pouco uma bolinha transparente vai fazer "plop" no teu coração.


BONASSI, Fernando.
O amor em chamas (pânico, horror e morte). São Paulo: Estação Liberdade, 1989.

Um comentário:

  1. haha
    Isso é engraçado!...

    E aí, como vai a facul?
    Acabou tudo?

    ResponderExcluir